A automação residencial é um bom investimento? | Casa Teto

A automação residencial é um bom investimento?

  • Data : 11 de novembro de 2021

Cortinas abrindo com apenas um clique, som e luz perfeitos para o cineminha em família ativado através de um simples comando de voz: esse é o futuro das casas? Não! Esse já é o presente! A automação residencial tem ganhado muito espaço nas antigas e, principalmente, nas novas construções onde é possível deixar tudo ainda mais integrado e tecnológico. Mas será que a automação residencial é um bom investimento?

Conversamos com representantes técnicos da Intelbras, empresa especializada em automação residencial em Goiás, para entender como as facilidades da tecnologia podem mudar a maneira que enxergamos nosso lar, e ainda como esse serviço pode até trazer economia energética para sua casa. Assista agora ao vídeo clicando abaixo:

Vantagens da automação residencial vão além da facilidade de controle

Muito se sabe sobre as facilidades de controle dos serviços de automação residencial: cortinas abrem “sozinhas”, luzes acendem e apagam em horários programados e muito mais. Mas até mesmo a eficiência energética da residência pode ser afetada quando há uma automação destinada para isso. Segundo os consultores da Intelbras, é possível, por exemplo, programar a geladeira para consumir menos energia durante a madrugada, gerando economia na conta de energia.

A facilidade de controle é ainda mais efetiva com o aplicativo exclusivo da empresa. Ele funciona como uma central de comandos e pode ser acessada de qualquer lugar. Os comandos também podem ser dados por voz através de uma Alexa ou do Google Assistente.

Se você tem interesse em automatizar seu projeto antes já no processo de elaboração do projeto, conte com a Casa Teto e com a Intelbras. Essa parceria já é um sucesso e você terá vantagens incríveis para realizar seu sonho de construção. Quer sua casa inteligente e ainda com um projeto exclusivo Casa Teto? Fale com a gente!

Tira do papel!

Comentar

Registro não necessário.

Ao comentar, você aceita nossas Políticas de Privacidade